25 de agosto de 2013

Esta coisa dos swaps consegue tirar-me mesmo do sério. Agora foram mais uns documentos que foram destruídos quando esta confusão já tinha visto a luz do dia. E ao que parece foi a IGF que os destruiu.
Eu se não guardar os meus documentos das finanças durante cinco anos estou sujeito a ter problemas, estes senhores só precisam de três anos.
Não querem aproximar o público do privado? podem já começar por aqui...

Manuel Martins, politólogo do ISCSP, dizia no "Expresso" que as "candidaturas de independentes às câmaras municipais são filhas da conjuntura política". Não digo o contrário, mas não devemos esquecer que muitas delas são também filhas de quezílias internas nos partidos...

Ao que parece o governo está a reformular os "briefings" e vai voltar a eles lá para setembro. Não percebo para quê se eles nunca acabaram. Basta ver o Marques Mendes ao sábado na SIC...

7 de agosto de 2013

hoje foi mais um elemento do governo à vida, mas não se limitou a pedir a demissão, armou-se em virgem ofendida.
acho graça a esta gente, não conseguem perceber que só contribuem para a tal podridão de que se queixam.
tenho pena que foi sozinho e não levou os outros amigos da mesma família dos swaps.